quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

Olmecas



Olmeca é o nome dado a uma cultura que se desenvolveu na Mesoamérica durante o período pré-clássico Médio. Embora existam indícios de sua presença em grande parte desta área cultural, considera-se que a área nuclear olmeca, ou área metropolitana, abrange o sudeste do estado de Veracruz e o oeste do estado de Tabasco.
Não se sabe por afiliação étnica certas, isto é, quem são os descendentes desses povos, apesar de existirem inúmeras hipóteses que tentam resolver o mistério da identidade dos olmecas. Nesse sentido, é necessário esclarecer que o etnônimo olmeca foi-lhes dado por arqueólogos do século XX.

Por muito tempo acreditou-se que os olmecas eram a cultura-mãe da civilização mesoamericana. No entanto, é evidente que o processo que deu origem ao estilo artístico encontrado nesta sociedade ainda não foram esclarecidos, nem até que ponto os traços culturais encontrados pela arqueologia são criação dos olmecas da área nuclear. Sabemos, por exemplo, que algumas das características olmecas podem ter aparecido primeiro em Chiapas ou nos Vales Centrais de Oaxaca. Entre outras icógnitas que aguardam uma resposta final, está a questão dos inúmeros sitios associados a esta cultura na Depressão dos Balsas (centro do estado de Guerrero). Qualquer que tenha sido a origem da cultura olmeca, a rede de comércio entre as diferentes partes da Mesoamérica contribuíram para a propagação de muitos elementos culturais que são identificados com a cultura olmeca, incluindo o culto das montanhas e cavernas, o culto Serpente Emplumada; deidade associada à agricultura, o simbolismo religioso do jade e até mesmo o estilo de arte, que foi profundamente reformulado nos séculos após o declínio dos principais centros dessa sociedade.

HISTÓRIA:

Estima-se que os indícios mais antigos da cultura olmeca datam por volta 1200 a.C., e as mais recentes datam por volta de 500 a.C. A civilização olmeca foi formada principalmente por 3 centros cerimoniais: San Lorenzo, La Venta, Tres Zapotes. Mas também se manifesta em outros lugares como a Laguna de los Cerros.
O mais antigo centro olmeca encontrado é o de San Lorenzo (1150 a.C aprox.) Localizado no rio Coatzacoalcos no estado de Veracruz. O início do florescimento da cultura olmeca neste sitio começou há cerca de 1150 a.C., data aprocimada da maioria das esculturas e elementos arquitetônicos que caracterizam a cultura olmeca, muitos dos quais são preservados no local. San Lorenzo foi saqueado em 900 a.C., e esculturas monumentais sofreram uma tentativa de destruição, algumas foram enterrados e outras foram transferidas para o centro cerimonial de La Venta.

La Venta é o maior centro cerimonial, localizado atualmente na cidade de Huimanguillo, e é traçado por um eixo norte-sul.
Encontramos um grande número de tumbas, cabeças colossais e tronos com cerâmica e figuras de pedra. Também foi encontrado cabeças colossais e tronos. Acredita-se que La Venta poderia abrigar até 18.000 habitantes. O centro sofreu um grande declínio e foi abandonado e destruído, por razões ainda desconhecidas.


O centro cerimonial de Três Zapotes foi o último a se desenvolver.
É o mais conhecido porque foi o que se manteve até uma época mais próxima da nossa, mas a civilização olmeca que se desenvolveu neste centro foi uma cultura já em declínio, diferente do esplendor que foram os outros centros cerimoniais.


Esses centros tinham o papel de cidades, e foram construídos de terra e construções de adobe, dos quais pouco se encontra. Alguns outros templos foram construídos no topo de pequenos montes, o que poderia ser visto como um precursor das pirâmides mesoamericanas. Eles também construíram edifícios em torno de pátios centrais, típico das civilizações mais tarde vindouras. Por volta de 900 a.C. houve (baseado em evidências) mudanças políticas repentinas, como mostra a tentativa de destruição de algumas das cabeças olmecas.

_